Pixel do facebook

Saber o que significa cada sigla quando se trata de web e marketing digital é difícil. A sopa de letrinhas e os termos que derivam de outros idiomas vão longe. Contudo, não se preocupe porque fizemos um pequeno glossário dos termos mais recorrentes para você.

Fique em paz quanto a memorizar as siglas pois sempre que precisar poderá voltar aqui. Porém, tente guardar os conceitos que são o mais importante. Vamos ao glossário.

Glossário de Marketing Digital

CPL (Custo por Lead) — um indicador de quanto custa para um anunciante obter o cadastro voluntário de um contato em sua base. Em termos simples e práticos: você investiu R$500,00 em campanha e assim conseguiu 250 interessados cadastrados. O que significa que seu CPL foi de 500/250 = R$2,00/lead. Uma boa ideia é reduzir esse custo ao longo do tempo através de otimização da campanha.

CLV (Customer Lifetime Value) — Valor de Tempo de Vida do Cliente. Essa métrica indica os rendimentos que um cliente gera enquanto está na base da empresa. Descontam-se os custos dessa manutenção é claro. Utilize a fórmula CLV = Quantidade Média de Transações no Período x Ticket Médio x Ciclo Total de Vida do Cliente x Margem Bruta. Leia também o artigo “Customer Lifetime Value (CLV) – Qual o valor do seu cliente?” que exemplifica um caso de aplicação do CLV. Entretanto, você só vai descobrir a efetividade de seus investimentos se comparar com seu planejamento e os resultados da gestão financeira.

CPC (Custo por Clique) — o quanto é pago por clique em seus anúncios. Numa plataforma como o Google Ads por exemplo, você define um lance máximo de CPC que é o maior valor que você deseja pagar por um clique em seu anúncio. No entanto, frequentemente você pagará menos. Esse valor final que você paga por um clique é chamado de CPC real.

CTR (Click Through Rate) — Precisamos te explicar primeiro o que é impressão. Não tendo nada a ver com a máquina de escritório, o termo impressão refere-se à exibição de algo na página. A taxa de cliques refere-se ao número de cliques dividido pelo número de impressões. Ou seja, se seu anúncio foi exibido 50 vezes e teve 10 cliques, sua CTR é de 10÷50 = 0,2 ou 20%. Essa métrica te ajuda a saber o quão chamativo está sendo seu anúncio.

SEM (Search Engine Marketing)

Marketing de Mecanismo de Busca é o termo que justifica e é justificado por tudo que vimos até aqui. Esse tipo ação na internet usa propaganda em buscadores como o Google para posicionar os anúncios no topo das páginas de resultados (em especial da primeira). É lá que 72% dos usuários costumam clicar para encontrar soluções. Todas as métricas vistas, usadas em conjunto, formam indicadores para que você saiba se sua estratégia de SEM está funcionando.

Embora você já tenha visto muita coisa até aqui, é indispensável que conheça também o termos de web e gestão a seguir.

Glossário de Web e Gestão

CMS (Content Management System) — Sistema Gerenciador de Conteúdo é uma plataforma de gestão de postagens, imagens e categorias de artigos, além do site como um todo. A escolha de um bom CMS bem como a correta configuração são determinantes para o sucesso das campanhas. Isso porque esse sistema deve ter recursos para aprimorar a encontrabilidade do conteúdo e ser integrável aos sistemas de gestão de campanhas. Como exemplos desse tipo de sistema podemos citar WordPress, Joomla! e também Drupal.
Aproveite por 30 dias grátis um excelente gerenciador de conteúdo, e ainda receba dicas valiosas mandando uma mensagem para gente.

CRM (Customer Relationship Management) — Gerenciamento de Relacionamento com o Cliente é um conjunto de práticas para se comunicar com o cliente e mantê-lo engajado com seu negócio ou marca. O termo também é utilizado para se referir a sistemas de informação que automatizam essas práticas.

ERP (Enterprise Resource Planning) — em português usamos também a sigla SIGE para Sistema de Gestão Empresarial. Esse tipo de recurso visa integrar todas as operações da empresa — clientes e fornecedores, estoque, financeiro e vendas. Assim, esse software permite a tomada de decisões estratégicas para o negócio. São exemplos de ERP: TOTVS, SAP e para pequenas empresas recomendamos o Bling!

SEO (Search Engine Optimization) — Otimização para Mecanismos de Busca é um conjunto de ações para colocar seu conteúdo nas melhores posições. Essas ações costumam ser estruturais e orgânicas (ou seja, não são pagas).  Sendo assim, essa otimização faz parte do SEM. Aprenda essas técnicas para otimizar seu conteúdo em nosso artigo sobre SEO.

SRM (Supplier Relationship Management) — Gerenciamento de Relacionamento com Fornecedores é um termo referente às práticas de gestão da comunicação e avaliação dos fornecedores, bem como facilitação do processo de aquisição. Dessa forma as práticas de SRM envolvem estabelecimento de critérios para aceitação do fornecedor, categorização das compras e monitoramento de performance. Embora não se limite a isso, é muito comum a sigla ser usada também para se referir a sistemas que automatizam essas tarefas para facilitar a tomada de decisão.

E o que significa tudo isso?

Nós te demos definições dos conceitos mais frequentes em materiais sobre web e marketing. Entretanto esses conceitos devem ser usados em conjunto para dar significado a qualquer planejamento estratégico no meio digital. Recomendamos que você leia o artigo do Google — “Quer criar experiências incríveis para as pessoas?” — que explica como combinar algumas dessas métricas para gerar valor.

Essas siglas são as mais recorrentes no dia a dia de quem trabalha com web e marketing digital, assim como os conceitos de analytics, inbound, e ROI dentre outros. Já percebeu que não cabe tanto conhecimento só nesse post não é? Então deixe seu contato para receber mais das nossas melhores dicas.